5 Dicas para Conservar a Roupa de Cama

Deitar na cama depois de um longo dia é uma das sensações mais prazerosas que existem para muitas pessoas. E cuidar da roupa de cama é fundamental para garantir essa sensação e, consequentemente, o nosso próprio bem estar.

Confira cinco dicas práticas para prolongar a vida útil dessas peças:

1. Leia a etiqueta
Parece bobagem, mas esse detalhe faz toda a diferença: ali estão informações como a forma correta de lavar aquela peça, se ela pode secar ao sol etc. Tudo isso evita surpresas desagradáveis, como desbotamento, manchas, tecido danificado etc.

2. Separe as peças na hora de lavar
Evite misturar algodão com poliéster, pois este solta bolinhas que ficarão grudadas nas outras peças. E lembre-se da máxima: roupas brancas não se misturam às escuras ou coloridas!

3. Deixe secar apenas o suficiente
Deixe as roupas secarem em ambiente ventilado, ao sol ou na área de serviço, evitando cheiro de mofo. Não deixe demais – a roupa “esturricada” é mais difícil de passar. Para facilitar, dobre a peça assim que tirar do varal.

4. Reforce o cheirinho gostoso
Para prolongar o aroma de limpeza, é possível borrifar água perfumada. Coloque algumas gotas de essência em um borrifador com água e espirre duas vezes nas peças logo depois de tirá-las do varal.

5. Guarde com carinho
Depois de passados, lençóis e fronhas devem ir para o armário. Uma boa dica aqui é colocar as peças limpas por último, para garantir que todo o enxoval seja usado de forma equilibrada no dia a dia. Para facilitar, separe em pilhas diferentes as fronhas, os lençóis de baixo e os de cima. Faltou espaço? Para quem não possui um armário, um baú pode ser usado e ainda dar um charme extra ao ambiente.

E o travesseiro?
Este item tão importante para uma boa noite de sono também tem prazo de validade. Especialistas indicam que o melhor é trocar a peça a cada dois anos para garantir o desempenho e também evitar o acúmulo de ácaros. Nesse sentido, os travesseiros de fibra podem ser lavados, mas devem ser secados à sombra, evitando danificar o material. Já as versões de visco-elástico não podem ser lavadas para não perderem sua forma.

Fonte: Zap Imóveis

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *