Confira o depoimento de Andréia Macário, aprovada na Polícia Civil

 

Fico muito feliz por saber da fidelidade de Deus em nossas vidas! Eu sonhei, Ele realizou.

 

Depoimento-de-concurseiro-andreia-macario-da-silva-tudo-dicasAndréia Macário da Silva

Cursando Direito na Instituição de Ensino CEULJI/ULBRA

Enfim a nomeação…

Em março de 2011, participei de uma entrevista de emprego. Ao sair daquela entrevista, olhei para o céu e sussurrei: ”Deus, será o último emprego que terei de carteira assinada, pois o Senhor me abençoará com um concurso”. No mesmo ano, decidi que seria Policial Civil.

Exerci a função de operadora de caixa por 2 anos e 3 meses, os quais me renderam muitas risadas e amizades, a equipe era sensacional! Não deixei de sonhar durante esse tempo. Contudo, muitas vezes, parecia ser impossível alcançar a minha decisão: tantas pessoas estudando há anos e eu lá, trabalhando de segunda a sábado e, muitas vezes, no domingo também.

Nesta época, comecei a estudar matérias básicas as quais eu tinha certeza que seriam cobradas no concurso, tais como português, história e geografia de Rondônia, direito administrativo e constitucional. Cheguei a escutar de algumas pessoas: ”ah! concurso já tem vagas marcadas ”, ”concurso é só para quem estuda a muito tempo”, ”era para ter começado a estudar ontem”, ”só estuda português? Outras matérias são cobradas também”, ”é bom estudar muito! Será um concurso concorrido e só passa quem estuda”. Deixo claro que palavras de cunho negativo nunca vieram de pessoas da minha família. Ao contrário, minha família só me apoiou durante todo o tempo.

No que diz respeito aos que duvidaram, Josué 1:9 foi mais forte que qualquer palavra negativa que viesse tentar me atingir, pois diz ”Não fui eu que lhe ordenei? Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, pois o Senhor, o seu Deus, estará com você por onde você andar”. É promessa, só confiei.

Quando provas de concursos tinham data para o mês de maio (meu aniversário) eu comentava com alguém: nossa! Mês do meu aniversário, bem que Deus podia me presentear com uma vaga. Vai vendo…

Em junho de 2013, decidi sair do emprego para me dedicar totalmente aos estudos. A dedicação foi tanta que perdi 11 quilos e acabei viciada no café. Depois de muitas reprovações acumuladas desde 2012, a que mais me marcou foi a de dezembro de 2013: fiz a prova do concurso da Prefeitura Municipal de Ji-Paraná, eram 8 vagas para nível fundamental. Pensei: ”estou me dedicando totalmente há 6 meses, vou obter uma excelente posição! Veio o resultado e pá: 27º lugar. Pensa numa pessoa que chorou até desidratar. Pensou? Agora multiplica e o resultado é ‘eu’. Como assim eu queria um concurso a nível estadual se eu não consegui passar nem no nível fundamental para um concurso municipal?! Acabou o ano e também as chances que ele me trouxe. Eu tinha 2014 para arrasar! E arrasei!

Comecei o ano com Provérbios 16:3 na cabeça ‘‘Consagre ao Senhor tudo o que você faz, e os seus planos serão bem-sucedidos”. Em abril, foi publicado o edital da Polícia Civil e adivinha a data da prova? Dia 18 de maio, DIA DO MEU ANIVERSÁRIO! Isso mesmo, eu passei o dia inteiro fazendo prova: objetiva de manhã e redação a tarde. Juro que eu nem lembrava da frase: ” Deus podia me presentear com a vaga”. Em junho saiu o resultado, era Copa do Mundo, um olho no jogo e outro no F5. Saiu o resultado e pá: meu nome em primeiro lugar! Que felicidade, teve choro, teve abraço, teve riso. E hoje, depois de 2 anos e 3 meses da prova, mesmo tempo que trabalhei na empresa privada. É, o Executivo demora: saiu a nomeação que eu posso chamar de minha! Não pretendo me aposentar no cargo, mas fico muito feliz por saber da fidelidade de Deus em nossas vidas! Eu sonhei, Ele realizou. Obtive outras aprovações, inclusive em mais 2 concursos em 1º lugar, mas a PC eu queria tanto que no momento falei só dela.

Deus abençoe a todos!

Siane Cardoso

Pedagoga, que adora ler, assistir filmes e que nos últimos anos vem se descobrindo na área de Marketing, adquirindo experiência para melhor empreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *