Livro Infantil que sugere ‘Incesto’ Gera Polêmica no Espírito Santo

A polêmica sobre o livro “Enquanto o Sono não vem“,  que sugere o casamento entre pai e filha, vem causando indignação por parte dos profissionais de educação no Espírito Santo. A prefeitura de Vitória decidiu retirar das salas de aula, o livro infantil da obra de José Mauro Brant (editora Rocco), distribuído pelo MEC nas escolas públicas do Brasil.

Livro Enquanto o Sono não Vem

O livro é destinado a crianças de 6 a 8 anos e nele há um conto com o título : “A triste história de Eredegalda”. O conto retrata a história de um rei que tem três filhas e resolve pedir uma delas em casamento, sendo que a mãe das crianças passaria a ser criada deles.

No desfecho da história, a filha acaba morrendo de sede, presa em uma torre, por não aceitar se casar com o pai.

O Ministério da Educação – MEC, confirmou a presença do livro, mas afirmou que o processo foi realizado na gestão anterior em 2014. O mesmo diz que estará revendo a seleção dos livros para melhor qualidade da Educação.

Siane Cardoso

Pedagoga, que adora ler, assistir filmes e que nos últimos anos vem se descobrindo na área de Marketing, adquirindo experiência para melhor empreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *