Origem e curiosidades sobre a Festa Junina

Existem várias explicações sobre como surgiu o termo “festa junina” – comemoração que ocorre sempre no mês de junho.

Ela é realizada, principalmente, para homenagear três santos: São João, São Pedro e Santo Antônio. Além dessa homenagem, cada um tem sua fogueira de formato diferente, onde para São Pedro (madeira em posição de triângulo), Santo Antônio (madeiras em formato de quadrado) e para São João  (madeira em formato de cone).

Segundo alguns historiadores, essa festa foi trazida por portugueses ao Brasil durante a colonização. Ela sofreu influência cultural dos espanhois, chineses e franceses. Com o passar do tempo essas culturas foram se misturando aos costumes brasileiros.

Curiosidades da Festa

Segunda Maior Festa do País

A festa junina é considerada à segunda festa mais importante, perdendo apenas para o Carnaval. A maior festa junina, ocorre na cidade paraibana, Campina Grande.

– O Nordeste é a região que mais comemora seus festejos.

Santo Casamenteiro

Nessa época muitas mulheres solteiras, tem o costume de fazer a tal simpatia para Santo Antônio (considerado o Santo Casamenteiro, onde seu dia é comemorado dia 13 de Junho.

Principais Itens Decorativos

Algumas objetos que são tradições e fazem parte dessas festas juninas são as fogueiras, os balões, pau de Sebo, as bandeirinhas, etc. Além disso, existem alguns personagens típicos tais como: padre, noivo, noiva, pais do noivo, pais da noiva, madrinhas, padrinhos, delegado, sacristão, entre outros.

Comidas Típicas

Comidas Típicas

Nessa época de festa, alguns cardápios  tem destaque na mesa dos brasileiros. Dentre eles estão arroz doce, amendoim, quentão, batata doce, pamonha, cuscuz, canjica, pipoca, bolo de milho e outros.

Nessa época o milho é o ingrediente principal por sua colheita ocorrer nesse período.

Músicas Típicas do Festejo Junino

accordionAlgumas músicas são consideradas ícones nesse período junino e o cantor Luiz Gonzaga é um dos principais com canções que fazem o maior sucesso:

Bandeirinhas - festa junina

Olha Pro Céu Meu Amor
Autores: José Fernandes e Luiz Gonzaga

Olha pro céu meu amor
Veja como ele está lindo
Olha pra’quele balão multicor
Que lá no céu vai sumindo

Foi numa noite
Igual a esta
Que tu me deste
O teu coração
O céu estava
Todinho em festa
Pois era noite de São João
Havia balões no ar
Xote e baião no salão
E no terreiro o seu olhar
Que incendiou meu coração

Bandeirinhas - festa junina

Asa Branca
Autor: Luiz Gonzaga

Quando olhei a terra ardendo
Igual fogueira de São João
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação
Eu perguntei a Deus do céu, ai
Por que tamanha judiação

Que braseiro, que fornalha
Nem um pé de plantação
Por falta d’água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão

Por farta d’água perdi meu gado
Morreu de sede meu alazão

Até mesmo a asa branca
Bateu asas do sertão
Depois eu disse, adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Depois eu disse, adeus Rosinha
Guarda contigo meu coração

Hoje longe, muitas léguas
Numa triste solidão
Espero a chuva cair de novo
Pra mim voltar pro meu sertão

Espero a chuva cair de novo
Pra mim voltar pro meu sertão

Quando o verde dos teus olhos
Se espalhar na plantação
Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu voltarei, viu
Meu coração

Eu te asseguro não chore não, viu
Que eu voltarei, viu
Meu coração

Bandeirinhas - festa junina

São João Na Roça
Autor: Luiz Gonzaga

A fogueira ta queimando
Em homenagem a São João
O forró já começou
Vamos gente, rapa-pé nesse salão

Dança Joaquim com Zabé
Luiz com Yaiá
Dança Janjão com Raque
E eu com Sinhá
Traz a cachaça Mane!
Que eu quero ver
Quero ver paia avuar

Bandeirinhas - festa junina

Isso Aqui Tá Bom Demais!
Autor: Dominguinhos
Olha, que isso aqui tá muito bom
Isso aqui tá bom demais
Olha, quem tá fora quer entrar
Mas quem tá dentro não sai
Pois é
Olha, que isso aqui tá muito bom
Isso aqui tá bom demais
Olha, quem tá fora quer entrar
Mas quem tá dentro não sai
Vou me perder, me afogar no teu amor
Vou disputar, me lambuzar nesse calor
Te agarrar pra descontar minha paixão
Aproveitar o gosto dessa animação
Olha, que isso aqui tá muito bom
Isso aqui tá bom demais
Olha, quem tá fora quer entrar
Mas quem tá dentro não sai
Pois é
Olha, que isso aqui tá muito bom
Isso aqui tá bom demais
Olha, quem tá fora quer entrar
Mas quem tá dentro não sai


Foi numa noite, igual a esta que tu me deste o teu coração, o céu estava, assim em festa pois era noite de São João, havia balões no ar, baião no salão e no terreiro, o teu olhar que incendiou meu coração. – Luiz Gonzaga

 

Siane Cardoso

Pedagoga, que adora ler, assistir filmes e que nos últimos anos vem se descobrindo na área de Marketing, adquirindo experiência para melhor empreender.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *