7 dicas de planejamento financeiro para sair do endividamento

A crise econômica está fazendo você repensar e considerar sua sua vida financeira? Você pode estar preocupado em perder seu emprego ou quanto dívidas você tem. Talvez, sejam muitas questões que rondam a sua cabeça nesse momento.

Entretanto, para que isso não aconteça, um planejamento financeiro é muito importante para isso não virar uma dor de cabeça. Evite uma potencial crise financeira pessoal, volte ao básico com um orçamento que você pode cumprir. Neste artigo, vamos te mostrar como você pode voltar sua vida financeira aos trilhos certos.

Foto: (reprodução/internet)

Etapa 1: Definir metas realistas

Metas para seu dinheiro o ajudarão a fazer escolhas inteligentes de gastos. Pergunte a si mesmo: “Como eu quero que minhas finanças estejam em um ano?”, aliás, não só perspectivas de um ano, mas também para agora e também a longo prazo (como daqui a 5 anos). Você precisa decidir o que é importante para você e comece por aí.

Etapa 2: Saiba o quanto você gosta

Você provavelmente sabe quanto ganha por mês, mas também sabe para onde vai tudo isso? Descubra acompanhando o que você está gastando. Gaste normalmente, mas por algumas semanas, anote cada centavo que você gasta. É fácil e você pode se surpreender com o que descobrir.

Caso você não faça esse controle, você gastará tanto e com coisas fúteis que nem perceberá mais a dimensão disso, apenas ficará triste com as altas faturas chegando no seu aplicativo do cartão de crédito.

Foto: (reprodução/internet)

VEJA MAIS: 3 dicas para usar o cartão de crédito como um aliado

Etapa 3: separar necessidades e desejos

Pergunte a si mesmo: Eu quero isso ou preciso disso? Gastar esse dinheiro me deixará mais perto de meus objetivos financeiros ou mais longe? Posso viver sem isso? Estabeleça prioridades claras para você e as decisões se tornarão mais fáceis de tomar.

Etapa 4: elabore seu orçamento

Certifique-se de que você não está gastando mais dinheiro do que ganha. É importante balancear os gastos do seu orçamento para pagar tudo que é necessário.

Uma maneira fácil de fazer isso é usando algum planner ou planilha de gastos que é facilmente encontrado na internet, assim, tudo fica visualmente mais fácil de entender seu orçamento e menos difícil de sair do controle.

Etapa 5: coloque seu plano em ação

Compare seus gastos com a data de recebimento de sua renda. Decida com antecedência o que você usará cada cheque de pagamento.

Pergunte a si mesmo: Aloquei dinheiro para minhas necessidades (moradia, alimentação, serviços públicos, transporte, etc.)? Separei dinheiro para pagar minhas dívidas, despesas inesperadas, economias e outras coisas divertidas?

Isso o protegerá de endividar-se ainda mais, porque você não dependerá de crédito para pagar suas despesas de subsistência.

Etapa 6: despesas sazonais

Você sabe que as coisas “simplesmente aparecerão”, despesas escolares, sapatos novos ou uma assinatura anual. Algumas dívidas surgem de onde você não fazia ideia que poderia ter.

Para isso, é muito bom que você reserve dinheiro para pagar essas despesas, de modo que possa pagá-las sem se endividar.

Etapa 7: Olhe para o futuro

Estabelecer um orçamento pode levar um ou dois meses. Você viveu todo esse tempo sem um plano de gastos, então dê a si mesmo tempo para se ajustar.

Não tenha medo de pedir ajuda se as coisas não estiverem dando certo, com o planejamento correto, sua vida financeira se torna mais próxima de chegar ao auge.

Traduzido e adaptado por equipe Tudo Dicas

Fonte: My Money Coach