Confira como solicitar e ver se você tem direito ao benefício do Cadastro Único

O Cadastro Único (CadÚnico) é um conjunto de informações coletadas como meio de registrar a necessidade de recebimento de benefícios sociais do Governo Federal Brasileiro.

Diversos programas de auxílios sociais do Governo usam o Cadastro Único para identificar as pessoas e famílias que precisam de ajuda. Continue lendo para saber como ter acesso ao CadÚnico.

Foto: Reprodução/Internet

O Cadastro Único consiste em um programa que informa ao Governo a identificação e o modo de vida das pessoas e famílias brasileiras de baixa renda.

Por meio de participação no Cadastro Único, é possível tentar a inscrição em vários benefícios de assistência social como por exemplo: Bolsa Família, Auxílio Emergencial, isenção de taxas em concursos, tarifa social de energia elétrica, e muitos outros.

É válido lembrar que se inscrever no CadÚnico não significa automaticamente a inclusão em um benefício como Bolsa Família, pois a seleção e o atendimento em um programa como esse ocorrem de acordo com os critérios para recebimento de cada um.

Foto: Reprodução/Internet

LEIA TAMBÉM: Como Receber Auxílio Emergencial 2021

Quem pode se inscrever?

Podem se inscrever no Cadastro Único:

- Pessoas ou famílias que tenham renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa.

- Famílias que tenham renda mensal total de até três salários mínimos.

- Pessoas ou famílias em situação de rua.

- Famílias que estejam incluídas em programas sociais específicos que exijam o Cadastro, ainda que possuam renda maior que três salários mínimos.

Como se inscrever?

A inscrição é feita a partir de uma entrevista e atendimento presencial em um Centro de Referência de Assistência Social (CRAS), presente em todos os municípios do Brasil. A Prefeitura de cada município também pode indicar o local onde fica o CRAS mais próximo.

No caso de famílias, não é preciso que a família inteira compareça, mas a pessoa que for inscrever a família será considerada Responsável pela Unidade Familiar (RF) no CadÚnico, e precisa ter mais de 16 anos.

Para fazer a inscrição, é necessário ir até o CRAS levando os documentos necessários. O Responsável Familiar precisa levar um documento de identificação oficial, que pode ser o CPF ou Título de Eleitor.

Além disso, o Responsável Familiar também precisa levar um documento de identificação oficial para cada pessoa da família. Pode ser qualquer um dos seguintes documentos:

- Certidão de Nascimento

- Certidão de Casamento

- CPF

- RG

- Carteira de Trabalho

- Título de Eleitor

Se faltar algum documento de alguém o cadastro ainda será realizado, mas ficará incompleto, o que pode dificultar o cadastro em algum benefício.

Outros documentos não são necessariamente obrigatórios, mas podem ajudar muito no cadastramento, como:

- Comprovante de endereço (como por exemplo conta de luz)

- Carteira de Trabalho

- Comprovante de matrícula escolar de crianças e jovens de 0 a 17 anos (se não tiver comprovante, o nome da escola onde cada um está matriculado)

Cada CRAS costuma ter um calendário próprio de agendamento das visitas. O cidadão pode ligar gratuitamente no Canal de Atendimento pelo número 121 ou acessar o site da ouvidoria do Ministério da Cidadania para mais informações.

É possível acessar também o site do CadÚnico ou usar o aplicativo para celular para acompanhar as atualizações do cadastro.

Se você atende aos critérios, procure já os locais de atendimento do CRAS de sua região para fazer o Cadastro Único. Se já possui cadastro, mantenha seus dados sempre atualizados para garantir os benefícios!