Veja como solicitar o benefício Telefone Popular

Você sabe o que é Telefone Popular? É uma linha de telefone fixo destinada aquelas famílias de baixa renda, que estão inscritas no Cadastro Único do Governo Federal. Apesar de no início ter sido idealizado para atender à todos, desde 2014 é destinado apenas as pessoas que possuem baixa renda e estão inscritas em programas do governo. 
 
Além disso, portar CPF e o NIS (Número de Identificação Social) e mesmo aqueles que recebem mais de um salário mínimo, mas estão cadastrados no Cadastro Único, possuem o direito ao telefone popular, podendo fazer uma solicitação de telefone por assinante legível. 

Foto: reprodução/internet

Como funciona? 

Este programa social tem como principal objetivo, ampliar o acesso ao telefone fixo entre os beneficiários de programas sociais do Governo Federal. O plano telefônico mais barato possui uma franquia mensal de 90 minutos, exclusivos para chamadas locais entre telefones fixos.

As famílias beneficiadas pagam uma assinatura mensal inferior a R$15,00, para não impactar a renda mensal das famílias que já se encontram em vulnerabilidade. Essa quantia é bem baixa comparada com outras assinaturas mensais de telefone, o valor pode variar também conforme a localidade da residência. 

No caso do beneficiário querer fazer uma ligação para celular ou uma chamada de longa distância, ele vai precisar inserir créditos em seu telefone, pois o plano popular não cobre esse tipo de serviço. Além de cobrar uma tarifa menor, o Telefone Popular também permite controlar melhor seus gastos na conta.

Foto: reprodução/internet

LEIA TAMBÉM: Saiba tudo sobre o programa Minha Casa Minha Vida

Por que ter uma linha de telefone popular

Se você se encaixa nos requisitos, não deixe de correr atrás desse benefício que vai sem dúvida facilitar sua comunicação com as outras pessoas e possivelmente ter mais acesso à informação. E mesmo que você receba mais que um salário mínimo, você ainda tem direito de solicitar a linha de telefone popular.

Como realizar o cadastro

Se sua família se enquadra nos requisitos, não perca tempo atualize suas informações no Cadastro Único, para se inscrever no programa. Não se esqueça de atualizar ao menos a cada dois anos, principalmente a sua renda familiar e seu endereço familiar. 

Após a atualização cadastral o seu Cadastro Único, o responsável da família precisa entrar em contato com a concessionária de telefonia fixa na sua região. Seja Oi (Brasil Telecom), Vivo (Telefônica), Algar Telecom ou Sercomtel. 

Além disso, deve estar com o CPF em mãos para fazer o cadastro, assim como o Número de Identificação Social (NIS). Caso do seu CPF não constar no Cadastro Único, o cidadão deverá informar o seu título de eleitor ou seu registro administrativo de nascimento indígena (RANI).  

Centrais de Atendimento

Algumas concessionárias, só concedem o serviço de telefonia após ser apresentado os documentos para conferir os dados informados pelo cidadão. A venda do telefone popular é realizada em qualquer posto de atendimento pessoal da concessionária e após a solicitação, o telefone é instalado em até uma semana no endereço da família. 

Os cidadãos que precisam entrar em contato com a concessionária de telefonia fixa, podem conseguir pelo seguinte número:

Telefone : 103 31 – qualquer operadora/ Telefone Popular Oi: 0800 031 0001